Thursday, March 27, 2008

Diário de uma Trilogia: Episódio 1

Hooh!

Já que faz tempo que não escrevo uma vírgula sobre Tormenta por aqui, resolvi quebrar o jejum com estilo.

Essa semana recebi os primeiros capítulos do romance que encerra a trilogia que se iniciou, oficialmente, no dia 21 de outubro de 2003 (data da primeira mensagem enviada à lista que mantemos até hoje para discutir os projetos literários). E por isso, resolvi iniciar uma série de posts (que apesar do titulo, não serão diários) sobre os bastidores do processo de criação.

O plot geral da trilogia toda está resolvido desde o início, 4 anos atrás. E uma das coisas que me deixa bem satisfeito é o fato de terem ocorrido pouquíssimos desvios de percurso desde a idéia original. Sinal que sabíamos o que estávamos fazendo e - surpresa! - ainda sabemos. Take that, suckers!

Já o plot do último livro é uma decorrência tanto de "O Inimigo do Mundo" quanto de "O Crânio e o Corvo". E é aí que o bicho pega. Porque depois de mais de mil páginas de história publicada é normal que sobrem pontas soltas para todos os lados e mais milhares de explicações a serem dadas ALÉM da conclusão da história em si.

Assim sendo, este terceiro romance tem passado por um processo muito mais cuidadoso. E lento.

Foram inúmeras as discussões para determinar o enredo e tem sido um verdadeiro desafio destrinchar o quebra-cabeça de certos pontos chave da trama. Boa parte já foi resolvida, algumas discussões acaloradas aconteceram mas tenho certeza que nesta próxima fase (a que o Leonel escreve e vai me mandando os capítulos aos poucos) devem rolar pelo mais algumas. Pelo menos é o que eu espero. Sério! É a parte mais divertida, ficar duas horas e meia no Skype conversando com o Leonel para tentar provar que o caminho B é muito melhor que o A, originalmente planejado. No placar geral somando os outros livros acho que ainda estou ganhando. Acho que vou dar uma webcam de presente pro moleque só para ver a cara dele cada vez que ele oferece uma alternativa e eu digo: "Leonel...não".

Só não dá pra fazer isso com o Cassaro. Não há clérigo de Hyninn (quem?) que dobre o infeliz. O cara é chefe de fase...

Enfim...os capítulos iniciais.

A primeira coisa que senti foi: o time se entrosou. Depois de tanto tempo trabalhando juntos, acho que o Leonel já tem em mente o modo comop eu edito quando está escrevendo o livro. Assim como eu levo em consideração o estilo dele quando estou fazendo as correções. Isso diminui absurdamente a margem de erro e baixa bastante o fluxo de arquivos indo e voltando com revisões. Já tinha acontecido isso um pouco em "O Crânio e o Corvo", mas agora acho que é mais forte. Tudo bem talvez seja cedo para cantar vitória, mas tenho quase certeza que o processo deve seguir assim até o final daqui a alguns meses.

O Prólogo é sem dúvida o melhor da trilogia, embora eu seja muito suspeito para falar. Se você acha que vai ter que esperar páginas e páginas para saber algo interessante sobre pelo menos um dos personagens, esqueça. Ao invés de desviar o foco, este pequeno prelúdio conta com detalhes algo que todo mundo queria saber faz um tempo. Inclusive eu.

Na verdade, acho que é uma das partes que a gente - eu e o Leonel, mas preciso confirmar com ele - mais esperava. E funcionou direitinho.

Preparem-se para ver um reino bem popular, novos personagens, velhos conhecidos e algumas surpresas. E eu só li até o capítulo 3.

No restante, poucos erros, poucas divergências, algumas dúvidas e nada grave que eu acho que deva ser mudado.

Assim que tiver mais algo de interessante a gente volta com o Episódio 2 (não aquele).


Cheers!

T.

9 comments:

Leonel said...

Volto a dizer: o caminho A, na verdade, era muito melhor que o B. Go A! A power!

Doc Hair said...

Quando o Palmeiras for campeão paulista, você vai falar algo sobre o roteiro do terceiro livro? :D

Victor said...

Finalmente o próximo livro ta a caminho =3 mal posso esperar =D.

Kriok said...

Posso dar sugestão: umas ilustraçõezinhas, por favor!!!! OCeoC carece disso...

No mais, estou no aguardo!!!

Abraço

Luiz Filipe

JMTrevisan said...

Ilustrações? Not a chance.Sorry:)

Casa da Loucura said...

Novamente o Doutor Careca nos deixando com agua na boca.

Na boa não achei ruim a ideia do Kriok. Adoraria antes de cada capitulo ou "parte" do livro uma ilustração dos pincipais personagens bem ao estilo da capa do CeoC.

PS: Trevisan sera que um dia o filme que vc fez numa certacontenda no XV EIRPG vai brotar na net? É que a que filmei enquanto você filmava ficou bem ruizinha heheheheheh

JMTrevisan said...

É...mas ninguém ia achar legal pagar mais por causa das ilustrações. Então é não mesmo. Além de outros motivos editoriais.

Tua filmagem ficou ruim porque Exú não aparece em câmera. Ainda bem que a minha era tipo a do Fatal Frame. Minha filmagem tá ótima.

Cheers!

M.

Snake said...

Mals... Pelo menos imagens de abertura de capitulo ia ser style mesmo, que pena.

Oh Trevisan, já que é o último (embora isso podia ser padrão..) podia ter um índice, com nome de lugares e personagens, o significado dos nomes e tal. Feito os livros do Bernard Cornwell, por exemplo. Pode ser legal.

Um mapa novo. Ala SdA mais com Tamura no lugar certo. xD

Abração!

James_K said...

Poderiam lançar um quarto livro no maior estilo "What If..." da Marvel.
aUHAUhuaHAauhAHh

Ta, falei merda...
Mas aguardo ansioso pelo último da trilogia.

=D