Wednesday, January 17, 2007

I.A.

Legal.

Troquei de micro. Aliás, meu micro é tão avançado, mas tão avançado que tem Inteligência Artificial. Por isso às vezes ele resolve restartar do nada, sem me avisar, e perco absolutamente tudo que estava fazendo. Como o post gigante que eu tinha escrito antes, sabe?

Enfim, vou tentar resumir pra não perder a viagem:

A DB volta em breve, pelas mãos do Silvio Martins, que é camarada nosso, trabalhou na Devir e manja bastante de RPG. Mesmo assim a gente continua não tendo nada a ver com a revista e com a editora. E ao contrário do que poucos (graças a Deus) especularam, a gente não tentou pegar a vaga deixada pelo "Outro". Alguma coisa a gente tem que aprender.

Mas enfim...meu micro novo.

Depois de anos usando micros que caíriam bem em uma repartição pública do interior de qualquer país menos abastado do leste europeu, consegui algo decente. Não é top, mas tá acima da média. Não vou ficar colocando a configuração porque que isso é coisa de nerd (RPG, por outro lado, é um passatempo moderno, de pessoas cultas e sofisticadas), mas graças ao novo bicho pude retomar meu vício em jogos de computador.

Infelizmente, tanto Neverwinter Nights 2 quanto Elder's Scroll: Oblivion acusaram problemas bizonhos de instalação e se recusaram a botar os pés no meu HD. Mesmo assim sobraram algumas coisas legais:

- Knights of the Old Republic: RPG de Star Wars. Precisa dizer mais? Queria jogar isso desde que saiu pra X-BOX, dois séculos e meio atrás. Foi feito pela Bioware, mesma empresa que elaborou Baldur's Gate. E lembra muito o dito cujo, o que pra mim é ótimo.

- The Movies: você encara o papel de um dono de um estúdio de cinema na década de 20. O tempo avança, você faz seus filmes (gerados pelo computador e extremamente precários no início), tem que cuidar dos atores (num esquema meio The Sims), concorre a uma premiação tipo Oscar, acumula dinheiro...essas coisas. Por enquanto tá legal, mas deve enjoar em breve. O lance todo, na verdade, é que mais pra frente dá pra editar os videos com mais liberdade, colocar legenda, trilha sonora própria e tal. E é isso que me interessou. Existe uma comunidade online grande, e o povo posta os filmes na net. Tem coisas divertidas. Quero ver como funciona o pacote de expansão de efeitos especiais e dublês. Dá pra fazer um monstro da lagoa tamanho família, destruindo uma cidade, por exemplo. Quando chegar lá aviso vocês...

- Fable: criado por Peter Molineux, o mesmo cara do The Movies ali de cima, Black & White, entre outros. Um RPG que era bem mais ambicioso em seu projeto do que se tornou no produto final. Mas não decepciona. A grande atração é o modo como o universo do jogo reage diferente a cada tipo de conduta do personagem. Seu herói envelhece, ganha cicatriz es permanentes e muda de aparência de acordo com sua tendência para o bem ou mal. Comecei ontem e não joguei muita coisa. Mas parece legal mesmo.

- Football Manager 2007: Aaaaaaah...o jogo que quase me matou há alguns anos (17 horas jogadas ininterruptas e a pior dor de cabeça da história das civilizações ocidentais). Um simulador de futebol maravilhoso. Você é técnico e dirigente: contrata, admninistra, faz as táticas...tudo encima de uma base de dados gigante e extremamente realista. Acompanha um editor pra você atualizar as escalações e (por que não?) colocar você mesmo no jogo (a maior promessa do Verdão em 2007? Careca, atacante e meio campo de 21 anos;). Nenhum jogo em todos esses me fez sair pulando no meio da sala por causa de uma vitória ou me fez xingar a tela do computador por causa de um gol anulado como esse. Se você gosta de futebol, instale por sua própria conta e risco. Vida social vai ser uma coisa do passado em dois tempos (de 45 minutos cada). Se você não tem paciência pra ficar lendo um monte de coisa, comparando números pra depois ficar vendo 22 bolinhas correndo pra lá e pra cá pela tela atrs de uma bolinha menor, esqueça. Passe longe. Mas bem longe mesmo.

Quem quiser ler uma opinião mais qualificada (e menos apaixonada) sobre os jogos que eu citei, pode checar o Metacritic (www.metacritic.com): lá eles juntam trechos das principais resenhas da net, somam as notas e tiram uma média. Cada resenha original tem um link para sua própria página. Sempre pego como referência as do Gamespot e do IGN. Os caras são chatos, mas imparciais.

Chega. Vou jogar e comer pastel. Não nessa ordem.

E levar esse micro from hell pra arrumar. De inteligência aqui já basta a minha. E olhe lá.:)

Cheers!

T.
(Escalação do meu Verdão no FM: Marcos, Leandro, Edmílson, Nem e Diogo; Martinez, Valdívia e Paulo Baier; Careca, Edmundo e Somália)

5 comments:

Tainá R. Nepomuceno said...

gostei, (só me faz sonhar, pois pc meu mesmo eu nao tenho), quer trocar de pc?
eu tenhu um windows 98 que só tem abertura pra internet discada e não aguenta mais de quatro janelinha abertas....rsrsrs...
quantos aos jogos vou ver (menos o de futebol, pois para mim é o unico tipo de jogo que não vale a pena ser jogado(sem ofensas).
Ah! Baldur Gates é muito bom, mas tem um melhor, (só possuo a experiencia de jogo, nada tecnico) Campeoes de Norah (provavelmente vc jah conhece, o titulo muda, mas eh o mesmo nome em ingles). flw...

ps.: já deve ter reparado que possuo efusivo...

pps.: já deve ter reparado que adoro fazer ps's...

Gugalucas said...

Dr Careca, gostaria de saber se o senhor estará presente em algum evento de rpg, pois Gostaria que o senhor altografasse os meus exemplares de Tormenta para 3d&t...
Se quiser ignore esse post, mas emfim pedir nao mata né?

Parancini said...

Ola Trevisan, meu nome é Julio Cezar.
Caro amigo, teremos um evento anual de rpg em novembro aqui em ARaraquara e gostaríamos de saber como consigo conversar contigo a respeito de sua vinda para nosso evento. Meu email e msn é parancini@hotmail.com
JA estamos em contato com o Caldela, e sua presença é de fundamental importância para mostrar a força de nosso evento no interior de São PAulo. Aguardo seu contato
Forte abraço
Julio

Damisela Evelling A. Castro said...

heheheh
Pcs independentes são assim mesmo.
Quanto aos jogos: Vc atualizou os drives da sua placa de video? Acredite, passei 5 meses sem ativar o potencial da minha Gforce. Hoje, depois de uma verdadeira peregrinação, estou jogando Never Winter. UHU!

Fable é legal. Contudo a forma de posicionar a câmera via mouse é um saco. Boa sorte!
:)

Vinny said...

KotoR é f***! :D

Pena que a continuação não é tão legal assim... Digo, é mais do mesmo, fora as já famosas cenas escondidas no jogo, que não foram incluídas porque ia atrasar o lançamento... :/