Tuesday, November 07, 2006

The Empire Strikes Back

Hey!

Saiu a entrevista na Arca:

http://a-arca.uol.com.br/v2/artigosdt.asp?sec=4&ssec=11&cdn=10698

Cheers!

T.

5 comments:

João Paulo Francisconi said...

Vai ter gente dando pulo de raiva com isso, ah se vai...

J. S. F. said...

Sei que a entrevista da Arca possui dimensões bem maiores mas a sua entrevista no O TABERNEIRO acabou de sair ;D

http://www.vilamakers.com/otaberneiro

Parabéns mais uma vez, ótima entrevista, e obrigado pela força cara, é ótimo ver que vocês estão sempre dispostos a nos ajudar.

Aquela proposta ainda está de pé sobre propagarmos um game ok? Se estiver interessado entra em contato comigo.

Abração cara... Mais uma vez valeu, está fazendo um puta sucesso essa entrevista.
J. S. F.

Fábulas da vida said...

Eu vi a resposta n'Arca e ufff... Espero que agora reine a paz...

Khadaff said...

Putz...

Cara, espero que depois dessa entrevista a paz reine. O RPG já tem problemas demais com religiosos e políticos religiosos que não sabem diferenciar as coisas. Acho que uma parte considerável de jogadores quer que essa guerra termine e que o RPG reine.
Sou um admirador do trabalho de vcs e, ainda hoje, fico impressionado com "Tormenta".

Besteves said...

Eu, pessoalmente, não tenho nada contra a DB pelas mãos da Rede. gostei muito de 2 matérias deles (Ninjas e Templários), mas o resto não me chamou a atenção, daí parei de comprar. Infelizmente é rabo comprar 2 revistas pra eleger uma melhor(SobrevivÊncia do mais Apto), mas ao assumirem a DB a Rede perdeu muito de conteúdo. Espero que voltem, pois pra mim era a melhor fonte de material e português... E torço p/ q não acabe acontecendo como o kargatane (Forum de Raveloft que foi parar, literalmente, em Ravenloft... mas parece que vai voltar... Resetao, mas vai voltar... ^^')

No mais, parabens por conseguir sua parte, mesmo q na justiça, tio Dr. Careca.

[]s! E parabens pela entrevista no Taberneiro tb!

PS: as perguntas que ficam sem resposta agora são:
Kem vai assumir a Db?
A RedeRPG vai voltar a ser o que era?
E a mais importante: Quem, na verdade, são os outros?