Thursday, June 14, 2007

O Cerco - Director's Cut Preview

Saudações avent...quer dizer..Hey!

Já faz uma cara prometi pra todo mundo o remake de um conto chamado "O Cerco".

Pra quem não sabe, essa história foi publicada na revista Tormenta e contava a história da última cidade a cair antes da chegada do exército goblinóide liderado pelo terrível Thwor Ironfist, a Aliança Negra, à cidade-fortaleza de Khalifor. Ah sim..e também meio que revelava o que era a Flecha de Fogo da profecia.

O problema é que eu não fiquei muito contente com o resultado final Na verdade, com o final. Foi numa época meio complicada e difícil, e tive que terminar o conto às pressas. E para isso, acabei cortando parte do final original.

Por isso resolvi praticamente reescrever a história toda. Melhorando o estilo, adicionando referências que não existiam no cenário na época e - principalmente - adicionando o minúsculo, porém importante epílogo que ficou de foran a primeira versão.

O caso é: recauchutar conto é uma coisa muito chata. E por mais que falte apenas umas 4 páginas + o epilogo pra terminar, é meio difícil achar paciência pra acabar. E como sou um egomaníaco incorrigível, resolvi botar um preview pequenininho - só pra matar a curiosidade - junto com o texto antigo, só para vocês terem uma idéia de como tá ficando. Quem sabe com os comentários de vocês eu não me empolgo e liquido com essa porcaria de uma vez.

Lá vai:

- O Cerco "original"

"A princípio o Conselho que governava a cidade não havia gostado muito da idéia. A simples menção de que algum tipo de “jogo de azar” pudesse estar sendo realizado em Fortsam era capaz de provocar náuseas em Johrm Loostem, o idoso chefe do Conselho. Não que fosse alguma espécie de tirano. Estava longe disso. Mas era puritano demais para admitir que algo demoníaco como um jogo pudesse estar acontecendo em SUA cidade.


Com o tempo, entretanto, os outros membros do Conselho viram o potencial da taverna e seu torneio no que se referia aos impostos. Como as apostas não deixavam de ser uma atividade comercial (e das mais lucrativas, diga-se de passagem) o Conselho começou a recolher uma parcela do dinheiro ganho por Boghan. A oposição de Johrm foi vencida e as disputas de Queda de Braço continuaram (com as coletas de impostos acontecendo religiosamente mês a mês, é claro).


Evidentemente a coleta não era cem por cento eficiente. O halfling, como todo trapaceiro que se preze, conhecia pelo menos uma dúzia de métodos para sonegar os impostos cobrados pelo Conselho. Havia viajado por muito tempo antes de se estabelecer na cidade e, para alguém como ele, burlar os impostos cobrados pelo Conselho era brincadeira de criança."




- O Cerco "Director's Cut"

"A princípio o Conselho da cidade não havia gostado muito da idéia. A simples menção de qualquer tipo de “jogo de azar” era capaz de provocar náuseas e urticárias em Johrm Loostem, o idoso e antiquado Conselheiro-Mór – que sofria de coceiras cronicas na cabeça calva mesmo nos meses antes e depois do campeonato. Com ou sem apostas.

Com o tempo, entretanto, os outros membros acabaram percebendo o potencial da taverna e seu torneio no que se referia, particularmente, aos impostos. As apostas e o torneio foram permitidos com a condição de que uma parcela dos lucros do halfling e dos apostadores – e de qualquer um que se beneficiasse do processo; com exceção dos próprios conselheiros, é claro – fosse recolhida impreterivelmente ao final da competição.

O que dificilmente acontecia como pretendido.

Boghan, além de ex-aventureiro era um grande devoto de Hyninn. Aliás, devoto era uma palavra muito forte. O halfling era mais como um admirador. Um tipo de fã, talvez. Alguém que compartilhava de maneira simpática dos pontos de vista e da lógica distorcida do deus da trapaça e da enganação. Desse modo, não era mais do que sua obrigação fazer com que uma parte significativa dos Tibares destinados ao Conselho de Fortsam acabasse ficando mesmo nos cofres do Ganso Afogado."


Cheers!

T.
PS. antes que alguém me acuse de enganar os outros ou me cobre, a versão nova de "O Cerco" NÃO vai sair em pdf para download no site da Jambô. Temos coisa melhor planejada...






11 comments:

Barba said...

Cara, eu gostei desse conto, lembro que li numa revista Tormenta qualquer. A inclusão do epílogo com certeza é importante - já que o final fica um pouco a desejar demais.

As descrições do conto novo ficaram muito bacanas, bem mais descoladas, menos "duras" como você me aconselhou no meu.

Certa vez, li um autor (se não me engano era o Bernard Cornwell) falando que se impor a reescrever uma obra é algo perigoso e difícil porque SEMPRE existe algo a ser melhorado.

O que acontece é que às vezes o esforço em reescrever um conto é duas vezes maior do que o de escrever um novo. O melhor é se esforçar mais no próximo.

Mas se a idéia é realmente muito boa, vale à pena, como eu acho que é o caso desse conto, já que ele revela um mistério chave no plot da Aliança Negra.

Agora, uma pena você não soltar ele em PDF :)

Diego Salerno said...

Mudanças sutis, mas significativas, que dão ao conto uma cara mais amigável ao leitor... Tô gostando...

João Paulo de Sousa Pereira said...

Eu já ia pedir a versão em PDF para as paginas da Pergaminhos de Tanna-Toh.


E ja tenho uma vaga idéia de onde verei a continuação do conto!

Ananias said...

Legal. Um epílogo é realmente algo que falta ao conto, já que final original não dizia nada. Me senti enganado na época, pois a revista estava anunciando a tão famosa Flecha de Fogo, que acabou virando fumaça.

Só espero que o texto tenha um clima um pouco mais Inimigo do Mundo. Quero mais sangue, mais coisas nojentas. GORE!!! GORE!!! GORE!!!

Snake said...

Eu gostei muito dessa idéia de remake dos contos antigos da Revista Tormenta (e acho que a DB também teve alguns), mas dos que vi, o mais aproximado foi o do Shaftiel, que teve alguns detalhes a mais mesmo. Agora esse O Cerco do Trevisan parece que realmente “tem detalhes”.

Acho que coisas tipo “como se chama um líder típico de um conselho de uma cidade qualquer de Arton” e tal são detalhes legais, que ambientam mesmo os leitores, e conseqüentemente, os jogadores e mestres no cenário.

Termina logo isso, Trevisan!

E por sinal, acho que isso ai, O Cerco, vai acabar divido em pedaços e como abertura de capítulo de algum livro como aconteceu com a Companhia Rubra em Área da Tormenta... Eu espero... xD

Igor André said...

Salve!!

Sobre as melhoras no conto, não há o que ser dito. Concordo que tenha ficado mais a cara de Tormenta, mas da Tormenta Sóbria do jeito que fã de Mangá (tipo Berserk hehehehe) gosta. rsrs

Para o Veneno Destilado "temos coisa melhor em mente": Dano Primário: Eita Porra!!! Dano Secundário: "Caralhu, quando essse necocio sai?" Em caso de crítico "Putaquepariu, quem vai escrever?!!!"

Away

Ps.: vi que o senhor ae de cima comentou sobre uma possivel critica a um trabalho...pergunta: o que tenho que fazer para um trabalho meu ser "criticado" tambem?

Igor André said...

Em tempo: uma oráculo comentou que o destino do Palmeiras no Campeonato estava ligado a um escritor careca. Disse ela que se esse tal escritor - que a senhora simpatica não revelara o nome - não terminasse..sei lá...acho que algo como "Conto da Cerca", não lembro direito...Enfim, ela comentou que se a tal cerca não fosse terminada o Palmeiras iria cair...

É mole? Coisa estranha num é, rapaz?

Taverneiro!!! Mais uma rodada por favor...

Awayyy

Pedro Vergueiro Ceron said...

Petição online para a Devir
Petição online para a Devir
http://www.petitiononline.com/DevirRPG/petition.html

Favor, espalhar o link.

http://z12.invisionfree.com/Spell_Forever/index.php?act=ST&f=7&t=3236&st=
http://z12.invisionfree.com/Spell_Forever/index.php?showtopic=3184

ps: teu blog é muito bom =D

dias said...

eh realmente "fudido" reescrever um conto melhora-lo..enfim eh um trabalhinho muuuito chato
mas se ficar bom no final vc pode dizer q valeu a pena hauiha

onde vai estar a continuação.. uma vaga ideia

dcorsi said...

Clap!clap!
Olha, só resta esperar (não muito!) pela versão integral.

humbertomeale said...

Caro Dr. Careca, por favor não desanime. Lembro-me bem desse conto e ainda possuo a revista em que foi publicado, já o achava bom na época e agora vendo esse pequeno trecho da nova versão tenho certeza de que está ainda melhor. Por isso, tente terminá-lo e se possível revele um pouco mais de detalhes sobre a pequena elfa e criem uma aventura em que possamos derrotar a aliança negra.
Um grande abraço e até a próxima.
(P.S. Graças a seu incentivo, acabei criando um blog, não falo só de rpg, mas como professor tento defendê-lo como mecanismo educativo. Se tiver um tempinho de uma olhada e me sua opinião, o endereço é www.blogdomealudo.zip.net : obrigado e até mais)