Wednesday, August 30, 2006

Your Final Lesson Is At Hand, Kratos!

Yo!

Semana passada ficou notoriamente conhecida como "A Semana das Sete Pragas do Egito". Isso se a gente tirar o fato de aqui não é o Egito, que eu não sou egípcio e que muito menos me lembro quais eram as tais da praga (tinha a dos gafanhostos que era style. Só lembro por causa da ilustração num livro bíblico que uma tia crente me deu quando eu era pirralho). Azar de quem tava lá.

Enfim, tive gripe, dor de ouvido, febre, dor nas costas, nas pernas...tudo que se tem direito. Tirei 1 em todos os saves possíveis e imagináveis. Pra variar, o que me curou foi a balada de sexta e sábado. Comecei a semana novo e feliz da vida.

Hoje, depois de muito enrolar, consegui terminar um plot que comecei a escrever 10 anos atrás. Sério. Ta na data do arquivo. Não sei onde vai dar e não vou contar pra vocês o que é. Dá azar. Toda vez que eu falo de algum projeto o bagulho afunda, eu perco a vontade de fazer ou o desenhista fica famoso e vai trabalhar pra gringa.

Espera...eu disse desenhista? Droga.

Enfim...tem a ver com fantasia. Mas não tem nada a ver com Tormenta. E eu espero mesmo que dê certo. É bom tomar ares diferentes de vez em quando.

E não. Não vou abandonar Tormenta. Nem comecem a especular, please.

Pra tudo isso passei o dia inteiro imerso num ambiente épico...caçando suplementos de D&D, lendo Dragon Magazine, alguns quadrinhos de fantasia medieval e principalmente ouvindo uma ótima trilha sonora. Fiz uma seleção no meu Ipod das trilhas da maior parte dos Final Fantasy, de Planescape: Torment, do seriado LOST e do jogo de Play 2 God of War (se você não jogou não merece ler meu blog. Fora já. Não tem Play 2? Não é problema meu. Roube um!).

O curioso é que eu ainda não me sinto muito confortável com o computador. Sei lá por que, mas de uns bons tempos pra cá (alguns anos, talvez?) me sinto muito mais à vontade com um caderno e uma caneta na mão do que sentado na frente do monitor. Pelo menos no que diz respeito a escrever coisas que exigem diretamente uma grande injeção de criatividade.

A real é que o computador oferece tantas, mas tantas ferramentas de correção e edição que é impossível escrever uma frase sequer sem ter vontade de apagar. Isso se você estiver passando por uma fase paranóica/neurótica como a minha. É um saco, vai por mim.

Com o caderno você tem o papel, a caneta (nunca lápis, pelas tetas de Marah!) e acabou. Ah...escreveu errado? Dançou, maluco. Continua escrevendo e cala a boca. Ou vai chorar na cama que é lugar quente, como diz minha mãe.

É o tipo de coisa ideal para um primeiro estágio de escrita, onde a censura é o maior pecado possível e imaginável. Depois de se forçar a colocar as coisas no caderno, aí sim dá pra sentar na frente da tela, digitar tudo e ir arrumando as podreiras. E enquanto você arruma, nova idéias vão vindo, aquelas que não tinham se encaixado arrumam um lugar confortável...e por aí vai. Tá longe de ser um método infálivel, mas ajuda bastante.

Mas ainda quero falar de todo esse processo de escrita com calma, num post bem maior e escrito com muito mais calma.

Ah! A frase que serve do título pro tópico é do diálogo entre Ares e o herói de "God of War", Kratos.

Cheers!

T.

4 comments:

E.L. Almeida said...

AÊ! JM revelando seus segredos com a escrita hein.

Até por experiência eu prefiro Mil vezes um papel e um !Lápis! do que um computador. Como vc mesmo disse o PC traz muito mais facilidades. Mas também, só mesmo o trabalho que é para passar o trabalho inteirinho pro PC já da um desanimo. Se bem que o melhor lugar que eu já vi para criar uma aventura medieval, é um lugar bem ao estilo medieval mesmo, não tem Computador. Então para sair coisa legal tem que ser no Papal mesmo.

Tava precisando de umas músicas dessas ai, me passa os nomes delas?

Mr Bovary said...

Papel e caneta bic preta!
Meus preferidos!
Não sei de você, mas toda a vez que vou escrever algo, alguma história, fico desenhando os personagens nos cantos das folhas!
isso me toma muito tempo, mas é mais forte do que eu!
Será que é por isso que tenho 500mil plots na metade???

^_^Rafa

Vinny said...

Só para ser "chato", não foram 7, mas 10 pragas:

1) as águas tornaram-se sangue;
2) a praga das rãs;
3) a praga dos piolhos;
4) a praga das moscas;
5) a praga da peste nos animais;
6) a praga das úlceras;
7) a prada da saraiva (choveu enxofre e fogo);
8) a praga dos gafanhotos;
9) a praga da escuridão; e,
10) a morte dos primogênitos.

Espero que dê para algum plot... :)

★ matheus. said...

Hello JM!

Vim lhe dizer que o link "Página da Web" no seu orkut está errado.
Está escrito http:\\douTRocarecalab.blogspot.com

Se puder comenta no meu me agradecendo. Heuuhasuhsauhasu

De qualquer forma, parabéns pelo blog e pelo seu trabalho.

PS.: Colokei uma ótima frase sua no meu primeiro post, e espero que não lhe tenha problemas.

Cheers! :D